Raças mais perigosas de cães, segundo o CDC



Antes de tudo quero dizer que os cães em si não são agressivos. O que faz com que fiquem são fatores externos, às vezes ligados à irresponsabilidade de seus donos. Depois de alguns comentários, resolvi fazer mais um adendo para tentar explicar o conteúdo do post. Não é a opinião do redator nem do blog. E tratamos de raças potencialmente perigosas.

Sabemos que os cães são companheiros e muito amigáveis. E são assim porque os treinamos para serem de tal modo durante os séculos. Mas as vezes o que acontece é um mau treinamento, ou a ausência dele. Isso pode se tornar um perigo, pois o cachorro pode ficar agressivo e perigoso. Normalmente isso acontece onde o cão está acostumado à violência.

Em questão disso, sempre tomamos mais cuidados quando avistamos um cachorro mal encarado, principalmente se ele não estiver com nenhuma proteção, ou na coleira. O fato é que involuntariamente sabemos quando podemos estar correndo perigo. Novamente volto a afirmar, os cães não são culpados disso.

Atenção: Não estou falando que, generalizadamente, tal raça é mais perigosa no sentido de que ela tende ao desvio de comportamento, e sim que fatores físicos agregam mais perigo a elas. Não é nossa opinião, e sim um estudo realizado. O cão pode ser extremamente mais forte que outro, mais rápido que outro. Fatores genéticos que podem ser qualidades em certas questões, às vezes viram um perigo em outras.

Contudo, volto a ressaltar, esse desvio ao mau comportamento acontece em poucos casos, se formos comparar com a população canina, independente da raça. Mas é possível, somos humanos e presenciamos tal coisa na nossa espécie. Listamos as 5 raças de cachorros mais perigosas segundo o Center of Disease Control (CDC).

O CDC fez um levantamento com mortes de humanos por mordidas de cachorros, entre os anos de 1979 e 1988, nos EUA. Sabemos que isso pode ser relativo em relação ao país e a época, contudo, o levantamento servirá para o intuito do post, que é verificar as raças que apresentariam mais perigo (veja bem) se houver desvio de comportamento, mesmo sabendo que no nosso caso e época em que vivemos, podem ser outras as raças. Veja abaixo:


Malamute

O cão muito confundido com o Husky, embora seja definido pela sua própria raça. Mesmo com essa aparência, ele não possui 'partes de lobo'. Porém, alguns cães da raça demonstraram sua ferocidade: foram registradas 12 mortes de humanos relacionados à agressividade do Malamute. Atos que lhe deram a quinta colocação entre os cães mais perigosos.

cachorros mais agressivos

Husky

Normalmente a raça é descrita como amigável e passiva. E sabemos que a maioria dos husky realmente possuem essas qualidades, mas generalizar não é o caso. Houveram alguns problemas relacionado a eles . Entre 79 e 88 o CDC registrou 15 fatalidades envolvendo a agressividade do Husky.


raças perigosas

Pastor Alemão

Sabemos que o Pastor Alemão é conhecido como protetor, e até mesmo um auxiliar da polícia, fazendo um grande trabalho para sociedade. O Pastor Alemão registrou 17 mortes entre os anos de 79 e 88. Para o cão não ser banido dos territórios onde aconteceram acidentes nos EUA, hoje existem alguns requisitos para que ele possa estar em público, como a coleira.


cães mais bravos

Rottweiller

Apesar dos proprietários chiarem quando o assunto é o perigo que essa raça pode promover, ele está ocupando a segunda posição da lista do CDC, com 39 mortes relatadas. É comum a defensiva simplesmente por considerarem a parte pelo todo. O nosso cão é extremamente amigável, mas isso não faz que conheçamos toda a raça. 

cachorro mais agressivo


Por exemplo, um cachorro pode ser calmo, mas deve-se à educação adequada. Junto com o Pittbull, eles são responsáveis por 60% das mortes relatadas. Nos Estados Unidos, estados como Virginia fizeram um programa com os dados dos cães considerados perigosos, afim de não promover o preconceito com a raça inteira.

Pitbulls

Apesar de muita controvérsia sobre o Pitbull, é comum alguns casos de morte. No Brasil no ano passado, aconteceram duas fatalidades envolvendo a raça. Durante os anos do levantamento (79-88), foram relatados 66 mortes devido à ataques de Pitbull. 


perigoso

O estado do Alaska definiu o cachorro como "o cão mais perigoso que já atacou seres humanos". Sem dúvidas, é bom estar com cautela quando nos deparamos com um Pitbull, pois não sabemos quais os tratamentos seu dono está lhe dando.


Fonte: http://www.propertycasualty360.com/


Leia também: