Escreva seu e-mail para receber novidades

Close

Cachorro latindo muito: o que fazer



>>Aprenda os melhores segredos dos adestradores

Como fazer o cachorro parar de latir? 

Ensinar a não latir


Todos concordamos que é muito complicado latidos em excesso. Quando o cachorro está latindo muito e não sabemos como lidar com isso, até chegamos a pensar que é impossível calar a boca do bicho. 


Há pessoas que não se importam com o barulho, mas mesmo assim é preciso ensinar o cão. Os vizinhos podem se incomodar com o som alto. Por isso a importância desse ensinamento.

Pode parecer difícil, mas é mais fácil do que parece.

É raro quando as pessoas pensam nisso antes de adotar um cão e optam por raças mais quietas. A maioria nem pensa nisso antes de adotar. 

E é complicado para uma pessoa que gosta do silencio e tranquilidade arrumar um cão que late demais, como o Beagle, ou o Chiuaua. Mas fique calmo que tenho aqui algumas dicas para fazer o cão latir menos.




Veja se você não esta treinando ele para latir



É um problema comum, talvez o mais comum. Às vezes o próprio dono está treinando o cachorro para latir toda a hora, e sem querer. Quando o cachorro deseja alguma coisa e late, seu dono imediatamente vai e realiza aquilo que o animal quer.

E isso é ótimo para o cachorro, pois ele acaba descobrindo que basta latir para que seu desejo seja realizado imediatamente. Quando perceber que o cachorro quer alguma coisa (comida, passeio, brincadeira, etc), espere ele se acalmar, depois que ele se calar você realiza o desejo.




Não lata junto

Para piorar a situação, o dono também começa a gritar e fazer barulhos altos. Aí vira uma festa. Nunca se esqueça: para seu cão, você e ele fazem parte de uma matilha, de um grupo que necessita de um líder. Se quando ele late, você grita com ele, vocês dois estão liberando seus instintos primitivos, pois o grito é "nosso latido".

Ele não só continuará latindo, como o fará cada vez mais alto, transformando a situação num festival de barulhos. O cachorro saberá que deve latir muito para ganhar dos latidos humanos. Então, se preza pelos seus tímpanos, não lata junto.

Latir menos


Tente fazer contato

O essencial é que se crie a comunicação entre você e seu cão. Isso não é uma tarefa para um dia e o primeiro passo começa com você. Analise o comportamento dele, as maneiras que ele tenta se comunicar, e a partir disso, vamos ensinar comandos necessários  para o animal.

É comum dizerem que os cães (e os gatos) entenderão o que queremos facilmente. Quando isso não acontece, ficamos frustrados com o animal. Devemos prestar muita atenção e entendermos o comportamento do nosso cachorro, para entendermos que fala outra linguagem. É preciso pensar como ele.

    Adestrar para não latir



Não deixe seu cão ser ser o líder da casa

Se você quer um cachorro obediente, não satisfaça o desejo dele. Essa é a dica mais importante: se ele latir, não dê importância. Nem vá até ele quando isso acontecer. O cachorro precisa entender que quanto mais ele late, mais é ignorado. Nada acontecerá se ele continuar latindo. 




Cuidado com as técnicas erradas

Algumas pessoas optam por métodos de associação do latido a um susto, proporcionando um sentimento desagradável ao animal. Por exemplo, jogando água no focinho do cachorro quando ele late, ou fazer barulho com uma lata de moedas. Mas se você tiver paciência, isso não será necessário.

A dica é simples: se ele latir, ignore-o, dê as costas. Quando e ele parar de latir, você vai até ele. E quando ele estiver quieto, presenteie-o com um petisco. Assim, seu  amigo associará a satisfação de seus desejos ao silêncio e não ao latido. 




Exercícios é a chave

Exercitar o cão é dever de todo dono. Ele precisa disso para estimulá-lo a estar em paz e obediente. E fazer isso é divertido para ambos. Compre brinquedos que estimulem o exercício físico do seu animal. 

Um cachorro que não pratica uma quantia necessária de exercícios ficará estressado e destruirá tudo e, principalmente, incomodará muito com seus latidos. Procure estimular seu cão fisica e mentalmente. Deixe um comentário contando sua experiência!



Posts relacionados: